domingo, 7 de novembro de 2010

Uma intercessão divina.


Uma gota cai na terra, um gemido inexprimível é perceptível aos ouvidos dos que intercedem por este mundo, nos incomoda e nos chama a orar pela igreja. A empatia aflora em nossa alma e percebemos o que o Espírito Santo tem sentido por nossa causa. A consciência espiritual é aclamada, e nos faz repensar sobre nossa conduta como cristão. Estamos constrangidos em ver com estamos desunidos e sem fraternidade, a competição tomou conta entre as reuniões, um querendo orar mais alto que o outro, ou melhor do que o outro. Buscamos em fazer caridade só para mostrar aos nossos líderes nossa aparência caridosa; não temos limite a nossa busca em chamar a atenção humana e fazemos do templo um campo de guerra, onde todos estão feridos por calunias e difamações. E ainda chamamos o Espírito Santo para ficar a ´´vontade`` nos cultos. 
Não possuímos mais discernimentos para distinguir quem está em nosso meio, é tanta a vontade de ocupar um lugar de destaque, que nos faz imprudentes em nossa conduta religiosa; Sempre queremos mais, mais espirituais, cerimoniais, formais e tradicionais para Deus, aonde encontramos Deus em tudo isso? Perdemos o valor do evangelho pregado por Cristo? Queremos mostrar a Jesus qual a melhor doutrina para ele salvar? De maneira alguma nós não podemos perder o foco, ainda mais, que os sinais divulgam a sua volta. Está nos faltando amor? Vamos praticar o amor! Falta-nos perdão? Vamos perdoa o próximo. Precisamos praticar. Falar, escrever não basta, isto temos em todos os lugares. Você liga sua televisão a um sermão, veja nas prateleiras das livrarias, a exclusivamente para cristãos, não necessitamos de mídias para nos influenciar o que e praticar a palavra de Deus. Precisamos enxergar isto e ter vontade em praticar.
Queremos uma igreja saudável? Então oremos mais, intercedemos mais, praticamos mais a obra de Deus com ordem e decência. Para não se tornarmos mornos a ponto de Deus nos vomitar. Certamente Deus poderá sorrir para uma igreja fundamentada em amor e união.