terça-feira, 12 de outubro de 2010

Crianças: Um exemplo de Deus.


O maior exemplo que podemos encontrar é um sorriso de uma criança e a inocência e simplicidade que muitas vezes é perdida pela violência do mundo ou dentro de casa. Algumas chegam a ser abusadas de todas as formas. Infelizmente a humanidade tem atacado os inocentes e pobres em defesa. O mundo tem tomado o futuro dos pequeninos em troca da revolta, angustia e rejeição. Ainda muitos estão de braços cruzados, esperando justiça de quem? Dos abomináveis homens que não ligam para o futuro das crianças ou nos lideres religiosos que acobertam a podridão atrás da cruz! Calem-se os religiosos e políticos que deixam as crianças a mercê do destino. Deixem que elas falem que acham do mundo, claro! Sempre terão um olhar de esperança que nos traga alivio momentâneo de pensar que ainda a chance de termos filhos felizes, protegidos e sem sombra de duvidas cercados de amor.
Mas o mundo é mal e ordinários para com os bons de coração e alma, ele não dá trégua e querem calar a oração dos justos. Estamos perdendo o amor por elas? Ou está faltando dar amor a elas? A culpa e nossa! Que muitas vezes não os vigiamos e protegemos da forma sincera e adequada, que muitas vezes poderia livrá-los das mãos de carrascos, estrupadores, homicida que flagelam a doce e bondosa virtude infantil. Se dependermos de leis, de governantes e muito menos religiosos, nossas crianças ficaram a mercê da influencia macabra da sexualidade, pornografia, imoralidade, sedução e muitas abominações que nos preocupam. Os futuros destes pequeninos estão em nossas mãos, o que faremos neste dia, só dar presentes? Ou distribuir e ensinar o amor a elas? Para que este mundo não piore, precisamos ensiná-las o que mundo não tem ensinado o verdadeiro caráter, compaixão, respeito ao próximo, para que não cresçam destruídos pela falta de suporte familiar e espiritual. E não deixarmos que percam os valores bons que apresentamos na infância; Jesus amava as crianças e ele deixou um exemplo primordial para encontrarmos com Ele, a criança, foi o maior exemplo que Jesus pode nos deixar, um exemplo claro que a virtude vinda de uma criança nos ensina mais do que vãs filosofias.
Quero deixar a minha satisfação em escrever para todas as crianças do mundo, deixar a minhas os meus alertas a paz e amor que estamos carentes neste século, para que os poderes governamentais deste mundo façam a sua parte em protegê-las, por que os céus já têm feito demais por nós, principalmente no que toca o futuro deste mundo que são as nossas crianças.



Então disse Jesus: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”. (Mateus 19:13-15)

 Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele
                                                                                         (Provérbios 22:6)