domingo, 24 de outubro de 2010

Minha vontade ou a de Deus?


Deus deu ao homem o poder de dominar todas as coisas que possui da terra: os animais, as plantas, todo ser foram nos dado autoridade sobre elas, mas acho que isso não está sendo suficiente, e começamos a indagar nossa autonomia e não achamos mais interessantes para os nossos conflitos. Quero ser mais claro em minha mensagem, na realidade não achamos suficiente Deus em nossas vidas, até o momento que ele nos submeta ao nosso domínio, faça as nossas vontades ou renda aos nossos caprichos. Estamos tão cheios de razoes e soluções para nossas vidas, que não temos paciência em esperar em Deus, buscamos atalhos que nos faça perder a fé ou pegar Deus pelo colarinho. Nossa vida está ruim? É Culpa de quem? De Deus? Claro que não! Mas, ´´somos inocentes de nossas atitudes``, que transferimos nossa culpa em Deus. Estamos cheios de autoridades, ficamos fiscalizador da administração de Deus pela humanidade ou por nossa vida insatisfatória perante os outros.
Sempre queremos manter nossa aparência com arrogância e cerviz alta perante as pessoas, querendo que Deus nos conceda bens matérias, luxo, riqueza e uma falsa alegria, para mostrar a elas nossa mera aparência perante a sociedade. Buscamos ´´influenciar`` Deus, chantageando e o ameaçando largar e voltar para o mundo, como, nossas atitudes influenciariam as decisões de Deus. Grande equivoco de nossa parte, a bíblia é direta, o galho que não produz frutos, será lançado ao fogo. A passagem mais clara do que está? Acho que não preciso explicar os motivos que nos levam ser jogados fora, e exterminados. Não serão nossas chantagens, pirraças, egoísmo, arrogância perante Deus, que nos levara a fazer nossa vida melhor, não será desta forma que Deus lutara por você, não o tratando como seu escravo ou mordomo.
Suas decisões mundanas e artificiais não mudaram o caráter de Deus e muito menos fará de você o centro do universo. Vamos freias nosso autoritarismo perante Ele, e colocarmos no nosso lugar, reconhecermos que Ele nos fez do pó e por ele retornaremos. Deus busca em nós humildade e amor, dependemos Dele para tudo em nossas vidas, quando passamos a acreditar em suas decisões, de reconhecer que falhamos ao impor nossas meras opiniões. Crer em suas ações determinara o sentido real da sua vida, te possibilitara confiança e determinação de que você nunca estará sozinho nesta jornada.